Cantor e compositor premiado de Chicago, Terry Blade acaba de lançar sua mais recente faixa – uma real obra-prima. Sua voz singular se encontra com batidas lo-fi delicadas, com um quê de trip-hop, atravessando elegantemente a linha entre o pop urbano e o R&B com um toque suave e melodias e ritmos influenciados pelo rap.

Em qual gênero a canção se encaixa? Difícil definir. Em uma só música moram diversos estilos diferentes, mas sempre passeando pelas ricas melodias da música negra universal.

Como o título sugere, a música fala sobre o “tratamento silencioso” dado por um parceiro em um relacionamento amoroso, onde existe a recusa em se comunicar com a outra pessoa ou mesmo não reconhecer sua existência.

Sobre Terry Blade

O artista americano emergente intitula sua música como “blackpostmodernistrootsmusic”. O cantor e compositor utiliza seu natural barítono para explorar um som artístico que funde R&B com influências indie e folk, permitindo que ele expresse sua individualidade de uma forma completamente fora do convencional.

Seu primeiro EP, “Misery”, foi lançado em 8 de maio de 2020 e desde então alcançou o status de “ouro” no DistributeKings.com, recebendo mais de 1.000.000 de downloads combinados, streams e visualizações. O single experimental de Terry “The Last Macbeth” ganhou em 2020 o prêmio de Melhor Canção Original no New York Movie Awards; o Prémio de Melhor Canção do Oniros Film Awards; e o prêmio de menção honrosa para melhor videoclipe do New York Movie Awards. Também em 2020, “The Widow”, de Terry, recebeu o Prêmio de Melhor Canção Original do Florence Film Awards; o Prêmio de Menção Honrosa para Melhor Vídeo Musical do Florence Film Awards; e um Prêmio de Prata de Melhor Diretor de Super Curta do Hollywood Gold Awards.

O álbum de estreia de Terry, “American Descendant of Slavery”, está previsto para fevereiro de 2021. O artista recentemente tornou-se parte do selo independente “Starburst Records”.

pt_BRPT_BR